O que é o Canabidiol?

Confira as principais perguntas e respostas sobre o uso medicinal do Canabidiol no Brasil.

  • Home
  • O que é o Canabidiol?

O que é o Canabidiol (CBD)?

O Canabidiol (CBD) é um fitocanabinoide – componente químico presente em plantas do gênero Cannabis – que não apresenta ação psicotrópica, apenas efeitos brandos que têm eficácia terapêutica no tratamento de diversas doenças e condições clínicas.

O CBD é um componente considerado extremamente seguro para uso medicinal, trazendo benefícios em diversas áreas, como Oncologia, Psiquiatria, Neurologia, Reumatologia – e outras especialidades médicas.

Eficácia terapêutica

Alternativa natural aos medicamentos sintéticos

Diversas aplicações medicinais

Uso autorizado pela Anvisa

Você sabia? 87% dos brasileiros já tem conhecimento de que a maconha pode ser utilizada para fins medicinais – e 3 em cada 4 são a favor de que os produtos sejam distribuídos no país. (DataSenado, 2019)

Principais dúvidas sobre o Canabidiol

O Canabidiol (CBD) tem apresentado eficácia terapêutica em diversos países, para tratamento em casos de:

- Epilepsia;
- Insônia e distúrbio do sono;
- Depressão;
- Transtorno de ansiedade;
- Dor crônica;
- Inflamação;
- Tensão muscular;
- Artrite;
- Enxaqueca e dores de cabeça tensionais;
- Fibromialgia;
- Doença de Parkinson;
- Doença de Alzheimer;
- Transtorno do Espectro Autista;
- Psicose;
- Doença de Chron;
Entre outras condições clínicas.

Em qualquer desses casos, o produto à base de Cannabis é controlado e só pode ser utilizado mediante prescrição de profissional legalmente habilitado para tratamento de saúde (RDC Nº 335/2020).
As plantas do gênero Cannabis têm sido utilizadas desde a antiguidade no tratamento de enfermidades. Atualmente, diversos estudos demonstram que o Canabidiol (CBD) age no organismo como anticarcinogênico, anticonvulsivante, antioxidante, antipsicótico, ansiolítico, neuroprotetor, sedativo, antidepressivo e estabilizador de humor, além de apresentar eficácia terapêutica na modulação do sono e no tratamento de doenças neurológicas.

Esses efeitos revelam que o CBD apresenta potencial para tratamento de condições como Mal de Alzheimer, artrite reumatoide, epilepsia, ansiedade, doença de Parkinson, esquizofrenia e psicose, síndrome de abstinência de maconha, dor neuropática, lesão renal, enfermidades neurodegenerativas, esclerose múltipla e neoplasia. (Gurgel; Lucena; Faria; Maia, 2019)
O CBD pode ser utilizado no tratamento de diversas condições clínicas manifestadas em crianças, adolescentes e adultos - desde que receitado por um profissional legalmente habilitado para tratamento de saúde.

Se você acredita que o Canabidiol (CBD) pode auxiliar em seu tratamento, converse com o seu médico sobre a terapia canabinoide.
Sim. A importação de produtos à base de Cannabis é regulamentada no Brasil desde 2015, através da RDC 17/2015, que define os critérios e os procedimentos para a importação de produtos à base de Canabidiol e outros canabinoides, atualizada recentemente pela RDC Nº 335/2020.

O processo mais comum para a compra de produto à base de Cannabis é a importação realizada pelo paciente ou seu responsável legal, mediante prescrição médica e autorização da Anvisa.

Já a fabricação e a comercialização nacional de produtos à base de Cannabis foram autorizadas em 2020, regulamentada pela RDC 327/2019. O cultivo da Cannabis, no entanto, segue vetado no país, de forma que os fabricantes nacionais precisam importar o extrato da planta para produção.
Desde a publicação da RDC Nº 335, em 2020, o processo de importação de produtos à base de Cannabis ficou mais simples no Brasil. Antes de fazer a compra, o paciente deve enviar a sua Solicitação de Autorização de Importação à Anvisa, apresentando apenas a prescrição médica.

Para conferir, passo a passo, como adquirir o Canabidiol, visite a nossa página sobre o assunto.
Para prescrever produtos à base de Cannabis para importação Direto pelo paciente, o médico deve prescrever a receita médica nos moldes da RDC Nº 335/2020, contendo:

  • Nome completo e endereço do paciente
  • Nome comercial e concentração do produto
  • Quantidade de frascos/ano
  • Posologia diária
  • Data e local da prescrição
  • Assinatura e carimbo do médico (com CRM)


Para prescrever produtos à base de Cannabis registrados na Anvisa, para compra nas farmácias, o médico deve seguir as diretrizes da RDC 327/2019, de modo que o tipo de receituário varia de acordo com a concentração de THC na formulação do produto.

  • Produtos com concentração de THC de até 0,2% - Receituário de controle especial Tipo B (receita azul)
  • Produtos com concentração de THC superior 0,2% - Receituário de controle especial Tipo A (receita amarela)


Além disso, a RDC 327/2019 estabelece que o profissional deve informar ao paciente sobre os possíveis efeitos colaterais e os cuidados na utilização do produto, além de coletar a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE).
Saiba mais

Como agem os canabinoides?

Quer saber mais sobre a medicina canabinoide? Veja como se dá a ação dessas substâncias no organismo.

Sistema Endocanabinoide

A ação farmacológica dos canabinoides se baseia na modulação do Sistema Endocanabinoide , que é formado por um conjunto de receptores e neurotransmissores que regulam funções vitais. A ação do Sistema Endocanabinoide é um processo natural do nosso organismo.

Principais receptores canabinoides

Os receptores canabinoides estão distribuídos por todo o corpo humano, participando da modulação de diversos processos fisiológicos. Os principais são o Receptor Canabinoide 1 (CB1) e o Receptor Canabinoide 2 (CB2) .

Endocanabinoides

O corpo humano produz naturalmente substâncias químicas denominadas endocanabinoides , que modulam funções fisiológicas vitais, através do Sistema Endocanabinoide . As principais são a Anandamida (AEA) e o 2-Araquidonoil Glicerol (2-AG) .

Canabidiol (CBD)

O Canabidiol (CBD) é um fitocanabinoide , extraído à partir da Cannabis. Ao contrário dos endocanabinoides, os fitocanabinoides não são produzidos naturalmente pelo nosso organismo, entretanto podem ser utilizados de forma medicinal para regular funções fisiológicas vitais.

Outros fitocanabinoides

Além do CBD, a Cannabis possui pelo menos 120 outros fitocanabinoides, alguns dos quais também apresentam propriedades terapêuticas. Canabinoides como o THC, CBG e CBN, atuam modulando a dor e o sono, por exemplo, assim como o Canabidiol (CBD). A combinação de diferentes fitocanabinoides num extrato, atuando numa interação química sinérgica, é conhecida como "Efeito Entourage" (ou Efeito Comitiva), e contribui para um tratamento mais seguro e eficiente.

Full Spectrum e Broad Spectrum

Extratos de Cannabis contendo outros canabinoides além do CBD são chamados de Full Spectrum e Broad Spectrum, dependendo dos componentes presentes na formulação. Dezenas de canabinoides podem ser encontrados em um extrato Full Spectrum de Cannabis.
Além dos canabinoides, também podem ser encontrados num extrato de Cannabis outros componentes fitoquímicos tais como terpenos, óleos essenciais e flavonóides, alguns dos quais também possuem benefícios terapêuticos.

Para informações mais detalhadas e seguras, consulte sempre o seu médico e solicite um direcionamento profissional e acompanhamento clínico.

Dúvidas?

Fale conosco através do formulário.